sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Saidão: Condenados à solta, população refém.

Por Nat Valarini


Tanto no natal quanto em outras datas comemorativas, parte da massa carcerária é beneficiada com a permissão para passar datas festivas com a família. O objetivo, segundo as autoridades, é ajudar o presidiário a se ressocializar. Eles entendem que o contato com parentes é de extrema importância para a reintegração do indivíduo.
Seria bom se os presos que cumprem pena em regime semi-aberto e com bom comportamento (pré requisitos básicos para que o recebimento do beneficio) realmente fossem para casa confraternizar com seus entes queridos, porém, muitos dos que saem, voltam a cometer crimes e boa parte não retorna ao presídio após o prazo de 48 horas, passando a circular livremente entre a população além do tempo que lhes foi permitido.
Por esses e outros motivos sou parcial e afirmo: sou contra o ‘Saidão’ . Esta semana, no centro de Brasília, um policial federal conseguiu chegar até seu veículo antes que fosse roubado por Anderson da Silva Santos, um dos 1043 presos liberados no Distrito Federal. O dono do carro conseguiu balear o bandido, que foi levado ao hospital e preso em seguida. Este caso é mais um exemplo claro de como a triagem dos condenados que podem ou não sair nessa época é mal feita: o criminoso Anderson possui vinte e três inquéritos policiais e já foi condenado oito vezes*. Como é que permitem uma pessoa assim ter direito à liberdade mesmo que por poucas horas?
Não estamos seguros. Durante o ano, nós já sofremos com o aumento monstruoso da criminalidade e um policiamento ineficiente. O caso que citei anteriormente foi uma exceção, pois a vítima é um policial, que possui porte de arma, treinamento necessário para atirar e conseguiu se defender, mas nem todos se esquivam desses bandidos que estão livres e amparados pela lei. O jovem Ronilton de 23 anos, morador de São Sebastião-DF, não teve a mesma sorte: foi assassinado com um tiro na cabeça na véspera de natal por um dos ‘detentos do Saidão’. Esta é uma época de repensar, reavaliar nossas atitudes. Os responsáveis pela liberação dos presos deveriam analisar se o que eles vêm fazendo é certo, quem são as pessoas que eles estão colocando de volta às ruas.
Como fica o restante de nós, a população civil trabalhadora e desarmada? Será que nos últimos dias do ano, se acaso um ladrão, um estuprador ou mesmo um assassino ‘com bom comportamento’ invadir a nossa casa, nós seremos obrigados a oferecer a outra face? Um dia um criminoso como esses, levou a vida de alguém junto com seus sonhos, seu sorriso... tudo através de uma arma e de suas mãos sujas de sangue. Tirou de um cidadão de bem a liberdade e o seu direito de viver com a família, então nada mais justo que o condenado pague por seu crime em regime fechado. Lei por lei, sou a favor de uma máxima da ‘Lei de talião’: Olho por olho, dente por dente.

*Dados da ficha criminal de Anderson foram retirados do Jornal da Globo.

PS.: O próximo saidão está previsto para o dia 31 de dezembro, véspera de Ano Novo.
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

Creative Commons License
Saidão: Condenados à solta, população refém. by Nat Valarini is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.
Based on a work at garotapendurada.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://garotapendurada.blogspot.com/.

46 comentários:

  1. Concordo com sua opinião e ainda acrescento: custam a colocar um bandido atras das grades e ainda soltam com essa facilidade?

    ResponderExcluir
  2. Eu concordo plenamente com seu post
    Afinal eu acho que passar ou nao o natal com a familia nao vai fazer com que eles deixem de ser crimonosos, e tbm eh perigoso como vc disse =x

    blog legal aqui ^^
    bjos

    ResponderExcluir
  3. ah meu blog: contosdeuma.zip.net

    ResponderExcluir
  4. muito obrigado pagando a visita!
    ehhee
    semmpre voltarei pode deixar!

    ResponderExcluir
  5. Oi Nat,
    Concordo com você em gênero, número e grau! Não dá pra entender essa justiça que defende bandidos e condena a boa sociedade a viver atrás das grades do próprio lar! Mas isso deve ser pra economizar verbas que, por dia, cada preso chega a custar 1.300,00. Coisa que um trabalhador brasileiro não ganha em 2 meses de salário!
    Em relação à Lei de Talião, sou um pouco mais enérgico! Prefiro a Pena de Morte. Mas não pra tudo. Enfim... parabéns pelo grito pela segurança!
    _________________________________________________
    Visite: http://opinenoblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Deus que me perdoe...mas realmente esse indulto pra mim é furada!! O sacana se faz de bonzinho uns anos só para ser enquadrado no "bom comportamento" e sai da prisão e faz uma cagada dessa...Eu acho que existem aqueles que REALMENTE merecem o indulto,mas as regras não tem como prever casos como esse,o que fazer,aumentar a "pena" do assasino? duplicar?? triplicar??não vai adiantar...ele já matou mais um.


    Ps: Meu blog tb é MARA!!! BUááááá quero meu selo(choro de picolé derretido...)!!!

    ResponderExcluir
  7. Pois é, eu já estagiei na defensoria pública -sistema penitenciário e uma das minhas tarefas era fazer petições para pedir essa saidinha em época de festas. É...isso chama-se processo penal.
    Eu nem estudo mais Direito.

    ResponderExcluir
  8. A idéia do indulto é humana, no entanto cai no problema que levou tais pessoas para atrás das grades.

    Quando saem, com uma mao na frente outra atrás,querem comprar alguma coisa pra casa, levar um presente e nao conhecem outra forma de conseguir dinheiro que através da criminalidade, pois nao tiveram estudo, nao tiveram oportunidade. Isso, obviamente, pensando na melhor das hipoteses. Claro que muitos saem querendo roubar sem nenhum "motivo".

    Essa semana mesmo, tocou a campainha aqui em casa um homem que disse que estava saindo de um "albergue" e queria comprar um presente pra filha, e queria ajuda. Nao demos. Cruel, se pensarmos emotivamente, mas justo.

    Enfim.. to criando um post no comentario ja! hahahhaa

    abraço

    chafariz.blog.com

    obrigado pela visita!

    ResponderExcluir
  9. Vixe!
    Aqui onde eu moro a população dobra nos feriados devido a essas "saidinhas".
    O mais engraçado é que os caras roubam o primeiro carro que ve pela frente para poder chegar aqui...
    Conversava com um deles na véspera de natal e ele me disse que não voltaria pq tem um filho para criar e eu perguntei pra ele: "Mas antes de vc roubar aqueles carros, vc já não tinha filho?"
    Ele ficou todo sem graça...
    Eu sou contra essa saidinha, se o cara tá devendo tem que pagar, eu como cidadão de bem não me sinto bem quando esses caras estão por aqui!
    bjO Nat
    Parabens pelo texto, ficou mara! kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  10. Sou radicalmente contra o saidão. Ainda mais em casos tão gritantes como esses!

    Eles deveriam ter pensado nisso antes de cometerem seus crimes. Agora, que agüentem!

    ResponderExcluir
  11. Se todos tivessem a responsabilidade de voltar, seria um importante direito para eles, mesmo porque existem muitos presos que realmente merecem uma segunda chance. Mesmo que tenha interferido de alguma forma nas leis da sociedade e tenha praticado algo errado, mas todos estamos sugeitos a uma segunda chance não é mesmo?
    Mas infelismente existem aqueles que realmente não querem e não buscam se redimir, e acabam praticando novos crimes. Com isso infelismente aqueles que poderiam ter a oportunidade de rever a familia em uma data tão importante como o Natal, acabam sendo mau vistos.
    E infelismente acredito medidas serão tomadas, já que os indices de criminosos que não retornam as cadeias são grandes.
    Os justos acabam pagando pelos pegadores.

    ResponderExcluir
  12. oi lindinha! eu concordo plenamente com você, essa coisa de liberar criminosos em datas comemorativas é a maior burrada! Além de ser uma burrice, é um perigo enorme para os cidadãos!
    beijos! :*

    ResponderExcluir
  13. ah concordo plenamente contigo! tá preso, tá preso. nada de poder dar voltinhas por aí em feriados. se quer passar com a família, ela que venha visitar na prisão e não o contrário.
    alias, tem muita coisa mal resolvida no mundo carcerário. esse é um dos milhares de problemas que tem que lidar.
    já tinha vindo aqui antes e continuo gostando! muito legal teu texto! tu escreve bem!
    parabéns! :)

    ResponderExcluir
  14. concordo com vc
    nao sou a favor do saidao nao
    até que a triagem seja realamente confiavel e bem feita
    até pq sabemos que existem ladroes de galinhas, assassinos, estupradores na mesma situação
    todos recebendo mesmo beneficio
    e tb sabemos que existem os que saem para ficar com a familia e os que saem para fazer besteiras
    acho que deveria ser repensado a forma de dar o bneficiamento
    para que o justo não paqgue pelo pecador ao menos dessa vez

    ResponderExcluir
  15. É inviável essa folga que o governo concede para os presos. Se o cara está preso é por que ele cometeu algum crime, e por essa razão está excluído da sociedade pois acarreta perigo para as outras pessoas! E nós, inocentes, somos colocados a beira da insanidade dos confrontos com esses marginais nas ruas. Por que o 'saidão' é válido? Eles não merecem Natal com a família coisa nenhuma, se eles se preocupasem tanto com a 'familia' em todos os sentidos que a palvra carrega, não teriam cometidos tantos crimes. Concorda? Para mim, bandido bom, é bandido morto. Sou radical.

    Ótimo post, valeu a leitura.
    Estou sempre passando por aqui..

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. É. Este é o presente de Natal que as autoridades dão pra população.

    ResponderExcluir
  17. E ainda teve aquela notícia de um detento que foi pêgo depois de 5hras de liberdade, roubandou uma loja.

    acredito que alguns detentos tenham sim o direito de sair , alguns podem sim se arrepender de seus atos...e voltarem à conviver em sociedade. mas outros não, a questão é saber se quem eles estão mandando de volta para o convívio das pessoas, mesmo que seja por poucas horas, é de fato uma pessoa ressocializada.

    enfim, assunto deveras polêmico.

    gostei do seu blog ^^

    ResponderExcluir
  18. Acho um absurdo este saidão.Se o cara está preso, que fique o tempo necessário e que pague pelos seus crimes, sem esta mordomia.Outra coisa que acho inadmissível é a visita íntima.Eles que morram de vontade de fazer sexo, ou que se comam entre si....
    Bom, se não nos falarmos até lá,
    um ótimo 2009 pra vc.
    Sucesso sempre.

    ResponderExcluir
  19. Certo, eu também não concordo com esse fato, acho absurdo uma pessoa que fez o mal fora da cadeia e tendo bons comportamentos no presídio possa ter a possibilidade abaixar a pena e ainda ser beneficiado com uma 'ajudinha' pra fugir dela, porque na boa, convenhamos, isso é uma maõzinho a mais para ter bandidos fora da cadeia, é, infelizmente esse é o país medíocres onde vivemos.

    http://the-reevolutions.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Tbm não gosto desse "saidão" de jeito nenhum,
    principalmente do jeito que ele é (des)organizado,
    sem nenhum critério com relação a alguns dos beneficiados...
    É soltar os predadores diante de inúmeras presas desprotegidas.


    Thiago Assis,
    www.thiagogaru.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. As leis deveriam ser mais severas, muita coisa tem que ser revista.Na minha opinião a justiça tem que rever o conceito de como é feita essa "seleção" dos que tem bom comportamento,antes de deixarem sair para as ruasPois a cada data comemorativa nos deparamos com esse tipo de notícia,infelizmente. .Se essa lei do "olho por olho e dente por dente",fosse seguida a risca, as coisas melhorariam e muito,não haveria isso.

    ResponderExcluir
  22. Este aspecto da nossa legislação tem vários enfoques e dá muita discussão.
    Talvez um elemento apenas... Tem muita gente criminosa solta neste país! Umas nem julgadas serão...

    ResponderExcluir
  23. HEHE .. .VLW

    Seu blog ta show tbm ... bom conteudo

    XD

    Só uma att q cairia bem ... ASosksaoaskosak

    visite-: www.xisde-xd.com

    ResponderExcluir
  24. Retribuindo a visita e os comentários, fico muito feliz que tenha encontrado o "equilibrio", espero que não dê ouvido aos mágicos em 2009..

    :D

    Feliz Ano Novo!!!!!!!

    bjus

    ResponderExcluir
  25. minha amiga_ o indulto de natal é concedido aos presos que pagam o preço. tudo numa penitenciaria funciona a dinheiro -
    voce ja viu rico preso? existem varios valores para conseguir um indulto. desculpa falar assim mas nao acredita no que escrevem no jornal. abraços

    ResponderExcluir
  26. André, primeiro, obrigada pela visita e comentário.

    Não sei se você leu a postagem com atenção, mas o texto não está falando de indulto, até porque, indulto e saidão são coisas diferentes, você pode se informar melhor. De qualquer forma para esclarecer.
    O Saidão é uma permissão que o presidiário recebe para passar uma data comemorativa fora do presídio, com seus familiares. Já o indulto é o perdão da pena, ou seja, ao preso é dado a liberdade mesmo antes do cumprimento total da pena. Esta postagem está tratando do problema dos maus critérios usados na seleção dos presos que recebem o benefício do saidão e do reflexo disso na sociedade.

    ResponderExcluir
  27. Eu acho que deve sim haver um projeto de reintegração dos detentos para com a sociedade, afinal, do jeito que é o cara sai (e sempre sai) muito pior do que entrou, só que no Brasil, com relação a outros países mais desenvolvidos exagera muito nesse saidão. De qualquer forma ainda acredito nos direitos humanos, na teoria do bom selvagem, que ninguém é bicho, e que a chave do tamanho é a educação....
    Abraço!

    ResponderExcluir
  28. Oi Nat!
    Já comentei esse post, então passei no dos Cartões e comentei, blz?

    Abraço!

    ResponderExcluir
  29. obrigado! a avaliaçao é para divertir - o que vale é o que voce sente. eu ja passei por muitas coisas na vida, é verdade...e sei que tenho que enfrentar desafios que sao muito maiores e mais perigosos dos que eu ja enfrentei. mentir, se gabar, ser cinico, no final da historia nao valem nada.Talvez as decepçoes me tornaram mais sincero que eu deva. um grande abraço!

    ResponderExcluir
  30. Concordo contigo que essa triagem é mal feita. Fica a dúvida se o radicalismo deva prevalecer. Há aqueles arrependidos e que precisam dessa reintegração.
    No fundo acho que o erro não está no Saidão e sim no Sistema.

    P.S.:Obrigada pelas palavras tão carinhosas e de força no teu comentário
    Beijo grande

    ResponderExcluir
  31. Porra, que merda isso! De fato o sistema prisional no Brasil está longe de ser eficaz!

    Acho digno esse direito para os presos que cometeram crimes "leves", mas agora soltar nas ruas essa galera do mal, é foda!!!!!

    ResponderExcluir
  32. Minha nossa, essa lei de saidão é um dos maiores absurdos do universo. Mas a Lei de Talião é igualmente absurda; como alguém já falou, "olho por olho, e todos acabarão cegos...". A questão não é de pagar o mal com o mal -- o que cria uma bola de neve sem fim e nos iguala aos piores criminosos --, mas simplesmente de justiça. Foi condenado justamente? Pois prenda e não solte até que o indivíduo cumpra toda a pena direitinho. Não entendo como é que podem tratar os bandidos mais perigosos, os estupradores mais enfurecidos, de um jeito com que não se deve tratar nem uma criança arteira: tirando do castigo antes da hora, só porque fez cara de bonzinho. Assim não se educa ninguém, não se ajuda ninguém, não se salva ninguém. Pena é pena: uma vez condenado, o cara sabe que terá de arcar com todas as conseqüências de seu crime, inclusive passar o Natal e Ano Novo longe de sua família. Onde estava o pensamento na família quando ele cometeu o crime, ora bolas??

    ResponderExcluir
  33. Dankon!

    PS: mudei sim... meu cabelo tá um pouco mais curto hoje, ms tudo bm.

    ResponderExcluir
  34. Sempre vejo seu blog linkado por aí, hoje me deu curiosidade de conhecer. Parabéns, achei super maneiro!

    Feliz 2009!

    www.olhaquemaneiro.com.br

    ResponderExcluir
  35. Só mais uma curiosidade, de onde veio o nome do blog?

    www.olhaquemaneiro.com.br

    ResponderExcluir
  36. Feliz ano novo! Que seus sonhos sejam uma realidade em 2009. Que, acima de tudo, você alcance paz, compreensão, amizade e amor.

    Saiba que você tem um novo amigo que estará acompanhando o seu blog. Não deixe de acompanhar o meu também... (inspiracoesmatinais.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  37. Post de 26 de Dezembro e hoje 2 de Janeiro ainda está sendo comentado. e sim, pode durar por muito mais tempo.
    esse é um assunto deveras polêmico, discutí-lo pode ser um bom começo para vê se alguma coisa é feita em relação a isso.

    ResponderExcluir
  38. agora a maioria ja voltou para casa...ja ganharam uma grana legal e o sistema tambem...as coisas funcionam assim. abraços!

    ResponderExcluir
  39. Olá... Não sou totalmente contra o saidão, acredito que o problema maior esta lá dentro da peniteciária. Falta uma oculpação que possa dar a esses presos ganhos, como uma profissão, um passa tempo e oculpação de seu tempo, de sua mão de obra e claro: DINHEIRO, sou contra o saidão para estrupadores e assassinos, na verdade sou a favor da prisão perpétua em alguns casos, mas sei que muitos são presos por roubar comida para a família, ou para saciar uma necessidade extrema de alguém que ama... pessoas fracas e ignorantes... Com relação a esse tema, sou a que fica encima do muro...
    Bejos

    ResponderExcluir
  40. Ah, mas acreditam também no "espírito de Natal" e no "clima de mudança" que a virada de ano traz.

    É cada uma, viu...

    http://grooeland.blogspot.com

    ResponderExcluir
  41. Quê? Passar as festas com a "família"? Se tivessem família descente teriam vergonha na cara e não teriam cometido seus crimes!

    Eu gostaria de saber quem foi o trouxa humanitário que sugeriu essa lei e quem foram os outros trouxas que aprovaram-na.

    O sistema carcerário do Brasil é falho. Os bandidos saem pior do que quando entraram e são pouquíssimos aqueles que realmente se regenaram.

    Volto a afirmar que não adianta termos prisões de segurança máxima superequipadas se nas nossas escolas estão caindo aos pedaços e os professores atendem seus celulares em sala de aula quando não faltam. Educação é a base de tudo depois da família. Se a população tivesse uma boa base familiar e boa educação, vai recorrer ao crime pra quê?

    ResponderExcluir
  42. Voltei aqui pq esse post merece maior atenção -VC DEVERIA REEDITÁ-LO!

    Moro no mais bonito e melhor bairro do Rio, onde ainda se tem um bom nível de segurança e qualidade de vida, mas...

    Ao meu lado em Ipanema e no Leblon os prédios estão todos gradeados, enfeiando a nossa paisagem e arquitetura.

    Ou seja, no natal, ano novo, hoje e daqui para frente os bandidos estarão a solta e nós presos.

    P.S.: o meu prédio é um dos primeiros da Lagoa que já colocaram grades... Infelizmente.

    ResponderExcluir
  43. Que vergonha!

    Eu fiz um comentário tão sem graça na ocasião...o texto pede muito mais que minha ironia engraçadinha e fútil.

    Aqui em Salvador, recentemente, tivemos um caso terrível: um sujeito, já reincidente, saiu da cadeia para o dia dos pais, se não me engano. O sujeito saiu e não voltou: foi ao shopping, sequestrou uma médica pediatra, violentou a mulher e depois a matou.

    Foi preso novamente.

    Aí eu pergunto: pra que? O que um sujeito destes tem a oferecer para a sociedade? Uma médica pediatra, que faz um serviço importante e essencial, perdeu a vida graças a essas "brechas" na lei. E nós? Perdemos uma médica, mas "ganhamos" um novo fardo para sustentar com o pagamento de impostos e com mais um processo para entupir do judiciário.

    Já entendeu, né? Paredón! Desculpe, mas nessas horas o sangue ferve.

    No caso deste infeliz, ele não ficou muito tempo preso: foi "suicidado" na cadeia. A família do assassino quer saber em que circunstâncias isso aconteceu. Correto, estão em seu direito. Mas não sinto pena e acho que se ele "se matou", foi a melhor coisa que fez na vida desgraçada que teve.

    E teremos mais e mais "saidão" por aí. Gente boa, cuidado.

    Kiso!

    ResponderExcluir

EVITE ENTRAR PARA MINHA LISTA DE DESAFETOS:

Por favor, não gaste o meu tempo precioso, fazendo com que eu leia comentários do tipo "- Legal, passe lá no meu blog!", "Muito bom, adorei!", "Lindo seu blog, visita 'tá?'", "auhuhauhau" ou coisa parecida.

Não busco impressões de alguém que escreve como quem tem uma ejaculação precoce!

Kiso