domingo, 2 de novembro de 2008

Parabéns para você!

Por Nat Valarini

Pena que o sujo e imundo não consiga levantar o rabo da cadeira para receber meus cumprimentos. Sim, se a carapuça servir, eu vou até aí o parabenizar pela morte de sua educação, pela ausência de atitude, por sua preguiça descarada, por fingir que não é com contigo. De que vale seu conhecimento, arrotar cultura refinada e boas maneiras sendo que não as utiliza?

- Não é comigo! O indivíduo responde, quando os bueiros estão abarrotados de embalagens dos mais diversos produtos ou aparece uma matéria no jornal mostrando alguém clamando por socorro em meio a uma enchente, ou mesmo quando um trecho da estrada arde em chamas porque um gênio’ tomou sua cervejinha long neck e não esperou parar o carro em local adequado para jogar fora a garrafa, atirou fora sem nenhum peso na consciência (não poderia, isso é algo que este tipo de gente não possui). Ele pensa: "- Foi só um raio solar que bateu sobre a garrafa, que aqueceu o vidro e em seguida queimou o mato e deu início a um foco de incêndio que agora, já tomou proporções monstruosas!" (sim, isso acontece muito no cerrado do Distrito Federal, principalmente em época de seca). Como é que o cidadão poderia imaginar que uma coisa dessas aconteceria, não é mesmo? Era apenas uma garrafa inofensiva...

A garrafa era inofensiva realmente, o nocivo aqui é o ser que vira a cara para o outro lado, direciona o olhar vazio para a janela e só encontra o detrito que ele mesmo atirou porque não poderia aguardar para chegar até uma lixeira. Já ouvi alguns animais desses falarem: "-Todo mundo joga lixo na estrada, o que é que tem?" Eu respondo: - Sim, todos os mal-educados atiram a podridão pela vidraça porque não sabem lidar com a porcaria que produzem, querem se livrar dela a todo custo, visto que não conseguem suportar a idéia de segurar a garrafa, latinha de refrigerante, embalagem do chocolate, seja lá o que for, até a próxima parada e fazer o que se deve.

Pensando bem, não posso nem me referir a uma pessoa assim como animal ou mesmo lhe chamar de porco, pois nunca vi um porco andando de ônibus, comendo batatas da moda e jogando o recipiente na pista. A verdade é que um suíno tem mais consciência ambiental que ditos-cujos assim. Na realidade, porcos são animais limpos e inteligentes, já pessoas assim não chegam aos pés, digo, às patas destes bichos. Parabéns aos porcos de verdade! Vocês sim merecem minhas congratulações!

Talvez alguma criança, enquanto brinca distraída, corte os pés nos cacos de vidro da sua ex-garrafa, quem sabe ela precise amputar a perna causada pela infecção gerada por este corte? Às vezes acontece... Infelizmente, na próxima chuva, as embalagens, os papéis, enfim todo o resíduo abandonado será arrastado até as ‘bocas de lobo’ que serão entupidas, a rede de águas pluviais não vai conseguir cumprir a sua função, afinal, elas coletam água e não matéria sólida. A enxurrada vai tomar conta das ruas, transformando-se em grandiosas enchentes, castigando gente correta que dá às sobras o o seu devido destino, tudo por causa de alguém que não teve a capacidade primária de arremessar o lixo no seu devido lugar, o lixo. Parece exagero, mas se aqueles que sujam sem pensar nas conseqüências, imaginassem que verdadeiras catástrofes podem acontecer devido a seus pequenos gestos, será que eles o fariam? Ainda bem que nem todos são sebosos, pois se a população resolvesse jogar seu lixo no chão seria insuportável, ao menos para mim, viver num lugar assim.

Chupou uma balinha e não encontrou lugar para colocar a embalagem? Guarde no bolso, na bolsa, segure nas mãos, enfim, espere até encontrar um lugar certo para colocá-la. Não consegue aguardar? Então soque-o no seu orifício anal, mas não jogue no chão. Saiba que os nobres trabalhadores garis não vão perder os seus empregos porque você se portou de maneira educada e correta.

Àqueles que fazem o que é certo, continuem assim. Por outro lado se você pertence ao grupo daqueles que atiraram seu senso de coletividade no chão junto com a casca da banana que acabara de comer, eu desejo com toda sinceridade, do fundo do meu coração, que esta casca atraia ratos, milhares deles, e que estes corram agradecidos e famintos atrás daquele que os alimenta. Só as ratazanas e outros vetores de doenças podem querer a companhia de um defunto, que espalha imundicie por onde quer que vá. Para mim, pessoa que joga lixo no chão não tem nada na cabeça, deve ter tido o cérebro devorado por vermes, está vagando enquanto vegeta, morreu e nem percebeu, não está apta a viver em sociedade. Se você é um tipo desses, se endireite, crie um mínimo de vergonha na cara e faça a coisa certa ou então, pare de fazer peso na terra.


Agradecimentos:

Marcos Valarini (revisão de texto)
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape


Creative Commons License
Parabéns para você! by Nat Valarini is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at garotapendurada.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://garotapendurada.blogspot.com/.

60 comentários:

  1. Assunto bem interessante...
    pena que nem todo mundo da valor...


    quanto à revisão...
    só dei uma lida.
    o texto ja estava muito bom.

    ResponderExcluir
  2. pessoal é muito mal edicado mesmo, em qualquer canto é só observar um pouco que sempre tem alguem agindo dessa forma.

    ResponderExcluir
  3. " Chupou uma balinha e não encontrou lugar para colocar a embalagem? Guarde no bolso, na bolsa, segure nas mãos, enfim, espere até encontrar um lugar certo para colocá-lo. Não consegue aguardar? Então soque-o no seu orifício anal, mas não jogue no chão. "

    Gargalhei aqui hahahahaha

    ResponderExcluir
  4. Muito bom seu texto!Adoro esse blog!BjO,aguardo sua visita!

    ResponderExcluir
  5. Nat, menina to pasma, vc não deu nem com luva de pelica vou no chutão mesmo kkkkkkkkkkkk vc é um barato, mas esta certíssima, concordo em gênero, número e grau.bj
    http://messnatural.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. PRA VARIAR MARAVILHOSO!!! Nat vc tá mandando muito bem nos seus posts.

    Continue assim!! Do seu mai s novo fã!!!


    http://wwwpicoledechuchu.blogspot.com/


    Passa lá!!!

    ResponderExcluir
  7. Interessante, legal seu blog

    http://rangervermelho.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. teu blog é show, adorei o texto novo.
    bjs

    ResponderExcluir
  9. é fogo ...né? gostei muito do texto, faz refletir sobre o respeito pelas outras pessoas através de mantermos o lugar onde vivemos, andamos etc. em ordem.
    Ana Lucia Nicolau
    www.analucianicolau.adv.br

    ResponderExcluir
  10. E o pior é que tem muita gente assim né, se espalha igual epidemia!

    www.comideiaseideais.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Realmente é horrível ver, o quanto as pessoas não pensam no coletivo...

    Quando fazemos algo, geralmente não pensamos no que isso pode afetar os que no rodeiam...


    http://maynabuco.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Menina, minha bolsa é uma lixeira. Às vezes (muitas vezes, para ser realista) me dá vergonha de abrí-la perto de alguém. Geralmente está cheia de papel de bala, pacote de biscoito, até latinha de refrigerante já guardei por lá. As max-bolsas são muito úteis... :)

    O que me lembra que preciso tirar o lixo da semana de lá... Hahahahahaha!

    Beijocas! *

    ResponderExcluir
  13. Você escreve bem!
    Nota 10!
    Continue...

    ResponderExcluir
  14. Hehehehe...
    Gostei muito do seu texto...
    Seria ótimo que as pessoas pensassem nesse tema. Costumo falar as vezes com meus colegas no ônibus sobre isso. Sou totalmente contra com quem comete tal ato. Isso é um crime.
    Coitados dos porcos serem comparados com essas pessoas mesmo!
    Muito bem! É isso aí!
    Vamos fazer a diferença!!!
    =)

    http://esperaemdeus.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. ADOOOOOOREI esse texto. Você escreve bem demais moça!! Parabéns pelo blog, já esta nos meus favoritos!


    "Não consegue aguardar? Então soque-o no seu orifício anal"

    heuheuehuehuehe que issoooooo;P

    ResponderExcluir
  17. Escreve muito bem , parabéns!
    Favoritei!

    Sobre o texto , concordo com gênero , número e grau!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  18. Faço das suas minhas palavras....
    é tanta poluição q quando chegar ao ponto de mundo se destruir ele ainda vão se perguntar o pq de tudo isso.

    ah vlw pelo seu coment no meu blog...
    olhos brilham *-*
    vou recomendar seu blog no meu...
    bjus.

    ResponderExcluir
  19. Ótimo seu texto e a forma como fez a crítica !!!!

    ResponderExcluir
  20. Muito interessante o texto, e real.
    Muitas pensam o que um papelzinho pode fazer de diferença, jogando papéis nas ruas?
    Mas tudo começa no primeiro.. e ai vai se acumulando e acumulando at´pe que aparece a enchente.
    Porque vou ser educado com ele se ele não é?
    É alguém tem que começar, temos que fazer nossa parte, se todos pensarem assim teremos um mundo pelomenos um pouco melhor.

    Adorei sua reflexão e seu texto.

    beijos*

    ResponderExcluir
  21. Há pessoas que insistem em só aprender a ter consciência ambiental se baterem nelas e colocarem à força dentro da cabeça delas algum pingo de sabedoria.
    Muito bom texto. E você sempre com postagens de interesse geral, parabéns.
    Você me permite só uma observação? Acho que é "entupidas" e não "intupidas"... qualquer coisa desculpa a intromissão.

    Ia esquecendo, adorei esse trecho: "Sim, todos os mal-educados atiram a podridão pela vidraça porque não sabem lidar com a porcaria que produzem".
    O melhor é que ela poderia ser usada em tantos assuntos diferentes ^^ gosto disso =]

    Thiago Assis,
    www.thiagogaru.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Este texto merece estar nas páginas de um grande jornal.

    ResponderExcluir
  23. Não preciso falar muito sobre este texto, alguém aih ja disse tudo...

    "este texto merece estar nas páginas de um grande jornal" enqnto eu lia essas linhas indignadas eu pensava que se as pessoas lessem isso, talvez se conscientizassem, pqe com educação e pedidos bonitinhos nunca funcionou, talvez sendo mal educado e irritantemente irritado mostre o outro lado da moeda elas se conscientizem...
    mas isso vem muito de berço, alguem que joga papel no chão dos 10 aos 40 anos, mesmo após saber de tudo de ruim que isso pode fazer, ele vai continuar a fazer, virou costume.

    ResponderExcluir
  24. É, quem dera a carapuça servisse para todos...


    O comodismo dinamiza a mediocridade!


    http://minhainspiracao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  25. Seu texto deveria sair na primeira página dos principais jornais.
    Parabéns! O tema é otimo e foi muito bem escrito!

    http://beatrisgn.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  26. Que texto excelente, eu gosto de ver a lei máxima das pessoas: "erro de muitos consolo é", pois pensam: "se os demais também jogam lixo, por que ue não posso jogar?", tamanha ignorância, né? O mundo vai ser melhor quando o ser humano agir por si só, sem copiar os outros e sem importar com as opiniões alheias. Gostei da forma como enfatizasse o fato de uma mera ação poder suscitar danos catastróficos a outrem ou à própria natureza, portanto é bom que meçamos nossas ações a fim de não sair por aí prejudicando os demais. Muito bom o blog, segue escrevendo tuas idéias, um grande abraço.

    ResponderExcluir
  27. Olá Nat!!
    Que bom que vc aderiu a campanha!
    Fico feliz!!
    Nossa missão agora é fazer esse texto rodar o mundo!
    quem sabe assim as pessoas acordam para vida né!!


    Bjus!
    Bia
    http://beatrisgn.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  28. Muito bom o texto!

    parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  29. Isso mesmo!
    Otimo texto...
    Ta todo mundo vivendo sem se importar com nada. Pior é que fingem na maior cara de pau mesmo...
    sabe uma coisa que me irrita? OS comentários do tipo: "Ah daqui há cem anos?? Eu não vou estar vivo mesmo!!!"

    Aí eu penso "Se eu fosse Deus, deixaria vivo esse infeliz, só p ele ter que provar do proprio veneno"

    O mundo ta cego, surdo, mudo e absolutamente aleijado!

    adorei o texto

    http://queiroz19.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  30. Para Thiago Assis: Antes de tudo, muito obrigada por sua visita ao meu blog e pela observação. Às vezes acaba passando alguma coisa despercebida, tenho em vc e os outros leitores do blog meus auxiliadores, então nem precisar se desculpar ou achar que foi intrometido. Você foi sim observador e de grande ajuda, vice? Inclusive ao reler o texto após seu comentário, acabei achando no texto duas palavras: “entupido” e duas linhas abaixo” intupido”, então comecei a rir. Pensei: - Óh céus! hihih...
    Aí acabei fazendo a correção e excluindo o termo que se repetia, para evitar que fique maçante. Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  31. Adorei o texto e apoio totalmente! hauiahiua
    Beijãão :**

    http://www.cogumelosverdes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  32. Brigada pelo comentário!
    Adorei viu??
    Fico feliz que tenha gostado.

    P.s.: Posso linkar teu blog p n perder de vista?

    ResponderExcluir
  33. hahhahaahahahahahah


    '' enfie o papel no cú, mas não jogue no chão!''

    amei

    ResponderExcluir
  34. huasuhsa

    escola do bope a gente ensina na porrada é livro na caveira

    ai sim conciencia ambiental na marra xD

    http://zblogueiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  35. E ai linda, td bem?

    Cara, ganhei um selo e indiquei o seu blog. Passa lá e pega, ok?

    Grande abraço. Fique com Deus, na Paz.

    ResponderExcluir
  36. é verdade...todos se eximem da culpa
    nunca acham que a culpa é sua, e sim dos outros..
    bonito texto.

    ResponderExcluir
  37. um belo puxão de orelha aos porquinhos de plantão!
    o pior de tudo num eh isso gata...o pior eh nego q joga ateh sofá no rio ou coisas do tipo e depois reclama q tem enchente...porra claro q vai ter, com um porcos fazendo isso num tem governante e nem rio q aguente neh!

    ResponderExcluir
  38. O texto definitivamente é ótimo, você escreve muito bem, parabéns!

    ResponderExcluir
  39. Se cada um fizesse sua parte esse país seria maravilhoso.

    ResponderExcluir
  40. Perfeito, esse é um dos pontos que debati muito ao longo da vida. É inacreditável a quantidade de pessoas - muitas que se consideram "esclarecidas" - que não vê mal em sujar a rua.

    abs

    www.euforiamelancolica.blogspot.com

    ResponderExcluir
  41. Adoro teus comentários no meu blog.Parceria entre blogs????

    ResponderExcluir
  42. Parabéns menina!
    O ar de sarcasmo deu um tom ótimo ao texto.
    Passarei sempre por aqui, e dar aquela olhadinha!
    Abraços e parabéns novamente

    ResponderExcluir
  43. Gostei, voltarei depois com mais calma prá comentar algo melhor....esse apenas pra dar um OI!!! besitos

    ResponderExcluir
  44. Valeu mesmo pela parceria e pelo novo comentário.Isso motiva á fazer um blog cada vez melhor.Ja esta linkada no meu blo.BJ :)

    ResponderExcluir
  45. \o/ \o/ \o/
    Adorei o blog!
    Adorei o texto!
    Adorei a ironia!
    Adorei o senso de humor!

    Biscoito fino!!

    Parabpens!

    ResponderExcluir
  46. lindooooo
    photo
    http://wallyvillage.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  47. Além de não jogar nenhum lixo no chão, sou daquelas que reclama com quem joga. Outro dia eu estava na rua, e no meio de uma galeria limpinha uma velhinha joga um monte de papel no chão. Coitada, a essa altura da vida ainda não aprendeu. Repreendi na hora: A senhora não pode jogar no lixo não? porca!. É, me irritei e xinguei a velha. Mas fazer o q? É o mínimo que posso fazer, catar os papeis e xingar a velha! Q provavelmente continuará poluindo o chão por aí a fora. Arg q raiva. Bjuuu

    Dani

    daniuzeda.blogspot.com

    ResponderExcluir
  48. aah muito bom esse texto!
    Pessoas assim estão em todos os lugares!
    Adorei esse trecho:" Chupou uma balinha e não encontrou lugar para colocar a embalagem? Guarde no bolso, na bolsa, segure nas mãos, enfim, espere até encontrar um lugar certo para colocá-lo. Não consegue aguardar? Então soque-o no seu orifício anal, mas não jogue no chão. "

    hauhauahauha rachei *-*
    Eu sempre guardo papeis de bala no bolso da minha calça...

    ResponderExcluir
  49. Caraca que puxão de orelha hem??? rsrs

    concordo poenamente e nem tem como não concordar .. se cada um fizer um pouco a sua parte muita coisa melhora ..

    ótimo post.

    Abç.

    ResponderExcluir
  50. Hahaha muito bom...
    Ei passa no Estórias e me dê os parabéns...

    ResponderExcluir
  51. Tem selo pra vc lá no meu blog menina!=D
    BjO

    ResponderExcluir
  52. Pena que nem todo mundo tem tamanha consciência ambiental. Alíás, não só ambiental, como também social. Eu mesma, de tempos em tempos, faço uma verdadeira faxina na minha bolsa. Encontro de tudo: desde extratos bancários antigos a papel de balinha, bombom e etc. Antes isso do que jogar lixo no chão. Acho isso inadimissível. E depois, na época das chuvas, fica a população reclamando do governo que não toma atitude. Não é só o governo que deve tomar atitude e sim a população como um todo.

    ResponderExcluir
  53. Hi!

    Sem o mesmo brilhantismo das tuas palavras, eu também já abordei este problema no meu humilde bloguezinho e sob a perspectiva soteropolitana!

    Sim, é a cultura do "Fique na sua", muito utilizada por aqui.

    Certa vez eu estava em meu carro aguardando o semáforo abrir ( que aqui chamam de "sinaleira" e eu, paulistano abestalhado, chamo ainda de "farol", sendo que aqui tem "Farol da Barra", "Farol de Itapõa",etc) e um sujeito do carro ao lado, sem o menor pudor, joga a latinha de cerveja na rua, tranquilamente.

    Eu, besta que sou, olhei pro sujeito e falei:

    - Pô, irmão, jogando lixo na rua? Não faça isso.

    Resposta típica soterô:

    - Fique na sua, fique na sua.

    Ficarei, sim, seu sacana, quando sua casa for atingida pela enchente e você perder tudo quanto for móvel, aparelhos eletrodomésticos, seu amado som ( gosta de pagodão, né?) e principalmente quando você aparecer nesses programas populares e apelativos aqui da TV baiana pedindo "uma ajuda pelo amor de Deus".

    Aí seria a minha vez de dizer "Fique na sua". Lembra daquela latinha? Entupiu os bueiros. O prefeito? O governador? O que ele tem a ver com os suínos?

    Isso é um reflexo de falta de educação doméstica. As escolas ensinam, sim, a ter o bom senso e jogar o lixo no lixo, não jogar latinhas, embalagens plásticas nas ruas...isso eu vejo inclusive na educação infantil ( o que mais tem é "projeto de educação ambiental").

    E aí é que eu retomo a questão do exemplo. Exemplo da mãe, do vizinho, do policial, do médico, enfim, da sociedade. Todos somos educadores. Tentamos, mas diante da cultura solitária do "fique na sua" é difícil. Mas mesmo assim persisto. Nem que um dia eu mande o sujeito porcolino socar uma garrafinha pet de coca-cola no seu orifício anal! Antes ele "tomar" lá do que a cidade inteira "tomar"!

    Excelente texto, não sei como não passei por aqui antes...rsss

    Kiso!

    ResponderExcluir

EVITE ENTRAR PARA MINHA LISTA DE DESAFETOS:

Por favor, não gaste o meu tempo precioso, fazendo com que eu leia comentários do tipo "- Legal, passe lá no meu blog!", "Muito bom, adorei!", "Lindo seu blog, visita 'tá?'", "auhuhauhau" ou coisa parecida.

Não busco impressões de alguém que escreve como quem tem uma ejaculação precoce!

Kiso