terça-feira, 25 de novembro de 2008

Vamos trepar com segurança?

Por Nat Valarini


Pode ir tirando o seu cavalinho da chuva que não estou lhe convidando para fazer um Ménage a trois com um homem gostoso que faz Freelancer como segurança de boate.
Mais que um questionamento, o título desta postagem vem alertar para um assunto muito importante: na hora de trepar, transar, fazer amor (dê o nome que quiser), você está se prevenindo?
Não precisa revelar suas intimidades nos comentários, sua vida particular além de não ser da minha conta, não me interessa, responda para si mesmo!
Muitos podem achar que este é um assunto ‘batido’ e que não vale a pena comentá-lo, porém se a realidade fosse mesmo assim, não teríamos tantas gestações não planejadas ou mesmo novos casos de pessoas contaminadas por alguma Doença Sexualmente Transmissível, entre elas, a AIDS.
Eu acredito que para a pessoa que se expõem aos ricos do sexo sem proteção, a menor das conseqüências é uma criança vinda fora de hora, o pior mesmo, é contrair uma doença grave pelo simples fato de ter se preocupado apenas com o prazer e não com as conseqüências. No fim do coito, você pode perceber que nem foi tão prazeroso assim e pior, acabou arriscando muito por tão pouco! Porque fazer um exame de sangue e descobrir que você se fudeu, mas não da forma como gostaria, tudo por causa de uma irresponsabilidade?
Brincadeiras à parte, não sabemos quem tem ou não uma DST, mas devemos aproveitar o momento sem prejudicar nosso bem-estar, tomando uma atitude simples e que pode salvar, além da sua própria vida, a de seu parceiro atual, ou de outras pessoas com as quais venha a se envolver no futuro.
De uma vez por todas, pare de se deixar levar pelo momento! Se a pessoa não quiser usar o preservativo masculino, há como opção a camisinha feminina, se ainda assim o (a) parceiro (a) não quiser usar de modo algum, saia fora, tem algo de errado! Usar camisinha é muito bom, pois além de evitar a gravidez e te proteger contra doenças ainda há muita variedade de modelos, muito interessantes, para todos os gostos: tamanhos que vão de acordo com a sua genitália, aromas deliciosos, texturas estimulantes, cores belíssimas, é praticamente um desfile de moda. Então, é só escolher a de sua preferência e mandar ver!
Não há desculpas, além de ser algo confiável, testado e aprovado pelo IMETRO, ela é super segura (se usada da forma correta) e também é muito barata. Para aqueles que não têm condições de comprá-la e não abrem mão do 'borogodó', há distribuição gratuita de camisinhas e outros métodos contraceptivos em postos de saúde e outros pontos de apoio.
Mesmo que você seja adepto de um sexo casual, ‘sem sentimentos envolvidos’, deve estar em primeiro lugar o amor próprio. Lembre-se: "Quem ama cuida!"

Cuide de você, da sua consciência e principalmente, de sua saúde!
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
___________________________________________________________
PS.: Faça uma visita ao meu outro blog ‘O CÃO INFIEL
Lá você vai encontrar tiras e crônicas bem humoradas de assuntos cotidianos
sobre a ótica do cão. Para aquelas pessoas que gostam de humor refinado com
pequenas doses de sarcasmo. http://ocaoinfiel.blogspot.com/


Creative Commons License
Vamos trepar com segurança? by Nat Valarini is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.
Based on a work at garotapendurada.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://garotapendurada.blogspot.com/.

49 comentários:

  1. Muito bom o texto e o blog todo.

    Bom, sempre passa algo na tv sobre estarmos proximos da cura da AIDS. Não que eu duvide, mas dizer isso no maior meio de comunicação me assusta. Muitas pessoas se preocupariam menos e se arriscariam mais fazendo sexo sem nenhuma proteção já que 'terá' cura.
    Teria mais gravidez 'fora de hora', sem contar a epidemia de dsts menos famosas.
    Sei que não foi exatamente esse o assunto do tópico, mas quis comentar.

    Visitarei o Cão Infiel.

    Até o/

    ResponderExcluir
  2. A midia realmente em um certo ponto,nos põe proximu a cura da AIDS,mais como o Wy mesmu cita a aids não é a unica doença com a qual devemos nos preocupar,é uma questão de preservarmos o nosso proprio corpo..

    http://nationanimes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. opaa sempre neh....hehe
    bom o post...


    da uma passada nu meu se possivell

    publicidade, cinema e cronicas

    http://publicandobr.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. proteção e prevenção é o principal ... e falo mais, é uma questão de respeito com a parceira.

    ResponderExcluir
  5. Prevenir é sempre o melhor a fazer, parabens pelo post...


    http://epifannias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Quer minha opinião... É para tirar alguma dúvida pessoal? haha

    Bem, então aí vai: acho que a discussão não deve ser tão objetiva assim. Ou seja, uso critérios subjetivos para usar o preservativo ou abrir gostosas exceções.

    Sobre sua redação: está cada vez melhor. Usando bem o entre-vírgulas, periodos curtos, boa pontuação fechando cada idéia...

    Preste mais atenção somente na edição. Parece que alguns 'enter' não funcionaram e a formatação (tabulação) do texto ficou aquém do conteúdo.

    Bem, são APENAS minhas (cada vez maiores! rs) considerações. Não precisa lear ao pé da letra...

    ResponderExcluir
  7. Sexo? Tenho apenas uma vaga lembrança do que seja...


    Muito bom texto!

    ResponderExcluir
  8. Muito bom!
    Gostei da linguagem e do fato do discurso não ser careta, viu?!


    OBS: os posts em geral são todos legais, dei uma olhada rápida e prometo voltar mais vezes!

    ;)

    ResponderExcluir
  9. "De uma vez por todas, pare de se deixar levar pelo momento!" Esse é o problema. Seria bom que as pessoas pensassem também além do prazer. Não sei onde li, mas soube que muitos jovens desprezam o perigo de se contrair o vírus HIV em uma transa sem cuidados.

    Perdura aquela velha empáfia do "isso não acontece comigo". Quando vai ver, o pior aconteceu e não adianta lamentar.

    Muito bom post, só pra variar. abs!
    http://grooeland.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Prevenção, a chave de tudo!!!
    té mais!

    ResponderExcluir
  11. Não é um assunto batido. Na verdade apesar de todos os avisos e de toda a informação ainda assim as pessoas teimam em transar sem camisinha. No colégio onde eu estudo esse ano apareceu uma amiga grávida , entre outros conhecidos.

    Eu não consigo entender como as pessoas podem ser tão inconsequentes com o próprio corpo e futuro, ter uma criança hoje não é brincadeira, necessita de muito planejamento. Além disso temos a aids e varias outras doenças.

    ResponderExcluir
  12. Legal o texto !!!!

    É isso aí...prevenção é a ferramenta do Séc. XXI

    Braz

    ResponderExcluir
  13. Em tempo: as vezes tenho que dispensar a camisinha por não encontrar o meu TAMANHO! ;)

    ResponderExcluir
  14. artigo muito bem escrito...

    melhor prevenir mesmo!!

    ResponderExcluir
  15. Rá!

    Adorei!

    Fala de forma acessivel e descontraida sobre um assunto dito super-careta!
    Vamos ver se a galera se conscientiza realmente!

    Como diz a manjada "Sorte de hoje" do orkut: O melhor amor é o amor-próprio!

    Obrigado pela visita lá no meu cantinho calórico! ;)

    Tiago Sant'Ana
    www.jornalistadepeso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. É sempre bom relembrar disso...o problema é que muitas pessoas tomam consciencia mas depois acabam esquecendo e convivendo com isso pro ersto da vida....

    ResponderExcluir
  17. Muito legal o texto!
    adorei o jeito que vc escreveu, bem popular e direto!
    não é um assunto 'batido' pq na hora do 'borogodó' ainda tem uma par de vacilão que não se previne!
    Sem contar que o primeiro paragrafo foi muito engraçado!
    Parabens!
    bjO

    ResponderExcluir
  18. Esse tema sempre é bom ser lembrado. As pessoas sabem dos problemas, tem consciencia da importancia de se prevenir, mas na hora... Isso é complicado de ser melhorado. Depende de cada um mesmo.

    Gostei do tema e do texto.

    http://escondidin.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. Foder. Gosto mais desse termo. Foder no cu.

    Poético, né?

    ResponderExcluir
  20. Eu trabalho com adolescentes e jovens já ouvi mto eles dizerem... "Ah, pró! Na hora não deu!"
    Já ouvi: "Fiquei com vergonha de mandar ele se encapar"
    Eu fico apavorada!

    Qto a história de meu blog, enrolo será qdo eu terminar de contar a história! por isso será em partes, pq é meio longa prá um post só! Mas achei interessante, por isso estou (re)escrevendo
    Mas, acompanhe, que a história é meio real e meio inventada (os detalhes que coloquei prá dar sabor).

    http://lasanhadeabobrinha.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  21. Adorei o post e o modo direto como colocou esse assunto que não tem como sempre acaba gerando "discusão"..

    parabéns...

    Abç.

    ResponderExcluir
  22. A preocupação com o uso de preservativos sempre é válida, prá prevenir gravidez indesejada ou DSTs.
    Mas juro que qdo li o título do post, pensei que pudesse ser um trocadilho divertido sobre trepar em árvores ou até montanhas... Prefiro a expressão transar, fazer sexo ou até mesmo copular... :-)

    ResponderExcluir
  23. Bom não posso deixar de comentar esse texto no estilo Palavra Ácida de ser então:

    Poxa vida Nat! Tem que ser com segurança?

    Não pode ser com uma namorada, ficante ou coisa do tipo?

    Que droga viu!

    Abraço. kkkkkk

    ResponderExcluir
  24. Oi Nat! Demorei um pouco também, mas cá estou para te agradecer pela visita ao Epifania e para te dize que adicionei o Garota Pendura ao mesmo! É sempre bom encontrar pessoas que realmente gostam de literatura e da produção de textos em geral.

    Seja sempre bem vinda aos meus blogs:

    HIPERFOCUS - www.rocatti.blogspot.com

    e ao EPIFANIA - www.epifaniabr.blogspot.com

    Eu hoje achei bem legal o texto do Paulo [http://seuvicio.blogspot.com/] sobre o seio. Acho que vou escrever algo também sobre o assunto. O que a garota pendurada e o fiel cão diriam sobre o tema?

    ResponderExcluir
  25. Sem dúvida esse é um assunto que sempre deve ser questionado e rebatido.

    É uma pena que mesmo hoje, em pleno século XXI, com tanta mídia informante, muitas pessoas ainda não adquirem o hábito.

    Enfim, adorei aqui.
    Tá afim de afiliar?

    beeijos
    http://miss-sunshine.org/lolita

    ResponderExcluir
  26. O título do teu blog já me chamou a atenção...
    mal o li para que fosse preciso eu criar mil subtextos para o link que cliquei no meu navegador...

    Bom para escrever abertamente como você... Ainda preciso me descobrir mais assim, por que as vezes eu me enrolo nos meus mil enigmas e na minha maneira louca de tentar desvendar a vida...

    Ainda sou meio alheio ao mundo blogueiro e ler textos grandes pelo computador me cansam, mas o teu não me cansou, nem é tão grande assim... Pior sou eu que não ponho rédeas na quantidade do que escrevo, talvez isso seja bom... Mas careço de leitores e de divulgação... essas coisas.

    Bom, se for para amar, amemo-nos envolvidos pela membrana libertadora.

    Dá pra entender? Pior é estar aprisionado à uma doença, ou filhos... sei lá...
    Beijão!

    ResponderExcluir
  27. Ótimo post, acho que este assunto tem que ser sempre falado...

    Se amar é se cuidar...

    beijos !!!

    ResponderExcluir
  28. Gostei mto desse post
    maravilhoso...
    Realmente não vale correr o risco só por um foda.
    Gostei mto desse post.
    bjus *-*

    ResponderExcluir
  29. Vi agora que você é fã do Nelson Rodrigues! Muito legal isso. Já lestes o "óbvio ululante?"

    ResponderExcluir
  30. Nem respondi seu scrap no Orkut. Desculpa, mas aqui eu respondo. O "Garota Pendurada" está entre os poucos blogs que eu levaria para uma ilha deserta. Não que eu goste de ilha deserta; de ilha basta essa vida individualista que a gente leva. Gosto de saber que existem leitoras do Patifúndio que lêem antes de comentar. Tá certo, é algo que não deveria ser elogio, mas na blogosfera brasileira é.

    Agora sobre o que você escreveu. Acho importantíssimo a mensagem que você passou. Primeiro porque a linguagem utilizada está de acordo com os leitores do blog. Segundo porque ela convence. Se a mídia tradicional não dá bola para os pequenos surtos de AIDS entre jovens (sobretudo mulheres) ocorrendo no Brasil, que sejam os blogs os porta-vozes desta conscientização.

    A impessoalidade da tal da máquina de camisinha do Governo talvez resolva os problemas de preconceito com as mulheres que recorrem aos postos de saúde em busca de camisinha. É muito comum na periferia paulistana, por exemplo, a mulher ir uma, duas, três vezes para buscar preservativo. Na quarta a balconista acha um "exagero" e ainda xinga a mulher de "vagabunda", "galinha", "dada". A realidade é essa. É um traço cultural que não é resolvido por cartazes e campanhas no horário nobre. É um problema cultural nosso que só se resolverá se ele ser tratado com a devida importãncia com as próximas gerações que estão vindo e o blog é um dos canais mais adequados para pegar essa garotada.

    Parabéns pelo blog,Nat!

    www.opatifundio.com

    ResponderExcluir
  31. Adoro a forma como vc escreve.Só não gostei da foto do infeliz quase pelado
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  32. muito bonito de tua pessoa fazer isso!
    acho bem digno, e o texto tá bom!

    :)

    ResponderExcluir
  33. ahhh que lindos seu elogios :D,ganhei o dia :D

    mas falando de trepar(kkkkkkkk), no começo fiquei com a cara roxa na hora de ir na farmácia ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk , nunca esqueço !

    ei que propaganda do governo é essa! O.O, deve fazer uma versão pra homens !

    ResponderExcluir
  34. O duro q tem uns necessitado que quando tem seu momento triunfal, nem pensam no futuro. Só no orgasmo presente que vale, porém quem sabe algo que a medicina ainda não pode nos curar, pois ter um filho perto de uma AIDS é o de menos.

    Bom incentivo!!

    http://henriquebotarelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  35. muito legal esse post, muito boa sua iniciativa..
    abraço

    quando puder da uma visitinha: www.mundoplancton.blogspot.com

    ResponderExcluir
  36. O tema jamais será fora de moda. Parece que as pessoas não se importam muito com os addos oficiais e o crescimento de pessoas com HIV.

    ResponderExcluir
  37. OLha eu de novo apreciando o seu blog ..

    "Se eu não cuidar de mim, quem vai cuidar"

    todos deveriam pessar assim .. dar mais valor a si mesmo, do corpo e da alma..

    ResponderExcluir
  38. É isso aí!!! Camisola na criança!!!! A realidade é essa,homens e mulheres com suas camisinhas no bolso,na carteira,mochila,etc...e VAMU TREPÀ!!!!

    ResponderExcluir
  39. Oi Nat... Primeiramente gostaria de parabenizá-la pelo blog e agradecer o comentário feito no meu blog http://opinenoblog.blogspot.com no post "O que seria dos Homens sem as mulheres".
    Digo que não é necessário ser feminista (coisa que eu também não sou... nem machista...) pra ver que sem as mulheres nós nem estaríamos no mundo.

    Quanto ao seu post "Vamos Trepar com Segurança?", eu até aceitaria o convite, mas sou um homem casado!!hehehehehe
    Falando sério, o absurdo é que ainda tem gente "idiota" que ainda pega essa doença por que quer!!! Não é por falta de informação. Trabalhei por 4 anos na Secretaria de Saúde do estado do Maranhão e sei (literalmente por dentro) que falta de aviso não é!!!

    O problema é colocar a camisinha na "cabeça" dos jovens... (a de cima... e a de baixo também...)

    Lembrando que nessa segunda-feira (01/12) é o Dia Mundial de Luta Contra a Aids....
    ________________________________________________
    Visite: http://opinenoblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  40. Oi querida.

    Fico chocada com o índice de pessoas que não usam camisinha. Entre meus amigos, todos com 3o grau, bem informados e instruídos, vários não usam e se deixam levar pelo momento. Até uma pegar HPV, a outra engravidar... e olha, dos males os menores, pq podia ser mto pior. Faço campanha a favor do uso do preservativo, tenho sempre a mão, e tb acho que se o cara não quiser, mto esquisito. Melhor nem fazer. Bjuss

    ResponderExcluir
  41. Nao, nunca eh demais falar sobre. Ainda estmos no processo de conscientizacao.
    Abrcs
    Trujillo

    ResponderExcluir
  42. TE DEI UM SELO ! Parabéns, você merece !

    http://umdiadeguh.blogspot.com/2008/11/selos-e-mais-selos.html

    ResponderExcluir
  43. AHAUAHAUAHAUA
    OLHA EU AQUI, VIU COMO EU TIVE UM TEMPINHO PRO CÊ...
    É ISSO AÍ AMIGA, COISA BOA DE OUVIR E LER... GENTE QUE ENTENDE E SABE DO QUE ESTA FALANDO.

    BJKSSS

    ResponderExcluir
  44. Gostei daqui.
    Te achei através do blog "O amor não tem sexo",
    dá uma passada no meu blog quando tiver um tempo.. acho que vai gostar dos meus textos - aprovando ou não, são reais.







    http://putoanonimo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  45. Sexo sem camisinha é praticamente inaceitável.
    È um atraso uma pessoa que quer apenas o prazer e não está nem aí se pegar uma doença letal.

    Sexo só com camisinha, não importa como.

    ResponderExcluir
  46. Muito bom o seu texto. O maios chato hoje em dia é ver que as pessoas se contaminam por bobeira. Nao é falta de informação, pois isso está em todo o lugar. É descuido mesmo. É bom aproveitar espaços públicos na intenet, como o blog, para postar assuntos de interesse público. Muito boa a iniciativa. Parabens pelo texto.

    ResponderExcluir
  47. Não entendo ainda como tem gente que não usa, parece algo banal...

    ResponderExcluir
  48. Estava relendo meu comentário neste post. Minha nossa, como fiz uma intervenção bem "chinfrim":

    "De uma vez por todas, pare de se deixar levar pelo momento!" Esse é o problema. Seria bom que as pessoas pensassem também além do prazer. Não sei onde li, mas soube que muitos jovens desprezam o perigo de se contrair o vírus HIV em uma transa sem cuidados.

    Perdura aquela velha empáfia do "isso não acontece comigo". Quando vai ver, o pior aconteceu e não adianta lamentar.


    E aí me lembro do carnaval aqui em Salvador, onde o "momento" praticamente não existe. É chegar e transar, praticamente. Sem "oi", sem "tchau", sem nome, sem proteção, é do jeito que for.

    Parece até que sou um careta ou aqueles velhinhos de 70 anos que reclamam da moral, dos valores e "no meu tempo é que era bom", mas não tem jeito: quer transar, tem que ter selinho...do INMETRO! rsss E é moleza conseguir preservativos de graça. Até na escola se consegue. Ao menos os adolescentes se interessam por algo relacionado à escola...rsss

    ResponderExcluir

EVITE ENTRAR PARA MINHA LISTA DE DESAFETOS:

Por favor, não gaste o meu tempo precioso, fazendo com que eu leia comentários do tipo "- Legal, passe lá no meu blog!", "Muito bom, adorei!", "Lindo seu blog, visita 'tá?'", "auhuhauhau" ou coisa parecida.

Não busco impressões de alguém que escreve como quem tem uma ejaculação precoce!

Kiso